O poder do implante capilar com o Robô

650x375_artas-implante-capilar_1469500Eu nunca falaria aqui de algo que eu nunca fiz ou que eu não tivesse pelo menos estudado a respeito o suficiente para debater e trocar ideia com especialistas da área. E hoje vou começar falando de um assunto que deixar muitas pessoas de cabelos em pé, literalmente. Vou falar sobre as pessoas que tem feito o implante capilar e tudo que sei sobre esse procedimento estético que tem virado cada vez mais moda nas cabeças masculinas, e acredite se quiser, nas cabeças femininas também. Um estudo aponta que mais da metade da população sofre ou vai sofrer em algum estágio da vida de queda de cabelo e isso incluindo as mulheres.

 

Caso das mulheres

As mulheres são casos mais raros e específicos, mas como sabemos que elas se preocupam bastante com a estética, não seria raro encontrar uma mulher com problema de queda de cabelo e que estude fazer um transplante capilar ou que pelo menos tenha iniciado um dos milhares de procedimentos preventivos e até tratamentos naturais para a queda de cabelo. O comportamento da queda de cabelo feminino pode variar muito e como a mulher possui muito cabelo é fácil de se notar em lugares como travesseiro e em almofadas de sofá. Se você é mulher e tem notado um aumento da queda de cabelo, vale a pena consultar sua dermatologista ou algum médico que conheça seu histórico e saiba o real motivo dessa queda.

Causas do transplante capilar

Antes de falar dos tratamentos para chegar no famoso transplante de cabelo, vamos falar dessas causas que citei agora e que podem valer tanto para homens e mulheres. Elas são diversas e não são excludentes, já que muitas vezes podemos vê-las em um combo que acompanha a pessoa e acaba só agravando com o tempo. A causa principal que vem junto com as outras e que é praticamente sempre um extra e que pode afetar qualquer pessoa é o Stress e saiba que qualquer pessoa pode vir a ter stress mesmo sem percebendo que isso esta corroendo ela por dentro. Outros fatores extremamente importantes que também afetam a calvície é a genética que praticamente não existe um controle e que já esta definida no seu DNA que você vai perder cabelo da mesma forma que seus ancestrais como seu avo por exemplo. E por fim, vale a pena lembrar que a alimentação e uso excessivo de produtos no cabelo também podem afetar e muito a queda de cabelo a curto prazo. Se você possui algum desses comportamentos talvez até já saiba finalmente as principais causas da sua perda de cabelo.

A idade é fundamental e por isso vale ressaltar que tanto para quem quer identificar as causas como também para começar qualquer tratamento, analise a sua idade em primeiro lugar. Se você já passou dos 40 anos é mais difícil que um tratamento como com remédios como o minoxidil ou com comprimidos como a finasterida possam fazer um efeito milagroso. Já que esses dois tratamentos, apesar de muito fortes, exigem constância e apresentam resultados em muito longo prazo. Por isso, se você tem menos de 20 anos e já apresenta sintomas de calvície, por um lado isso é ruim, pois sua queda de cabelo deve ser bem forte, já por outro lado, você pode começar os tratamentos naturais cedo. Agora, tome cuidado com a finasterida, já que essa pode realmente causar a perda da libido e conheço muitos amigos que tiveram problema com esse remédio, apesar de ser muito eficaz. Isso é bem natural já que ele bloqueia a testosterona que é uma causa natural da calvície no homem.

Método moderno de implante

Por fim, chegamos ao tão polemico implante capilar, um assunto que poderia ser tratado como ficção cientifica décadas atrás e que hoje vem evoluindo de uma maneira brutal, já que é altamente rentável e que representa um real problema do homem moderno que a a cada dia vive mais e possui uma vida cada dia mais preocupado com sua estética. E essa ficção científica de fato esta acontecendo já que hoje possuímos um robô para fazer o transplante capilar e a cirurgia, mesmo acompanhada de um médico especializado, é muito mais precisa que a de poucos anos atrás e já não deixa nenhuma cicatriz e não necessita de anestesia.